2ª Via da Fatura
Segunda Via de Faturas

Imprima a 2ª via das faturas não quitadas.

Editais de Licitações
Editais de Licitações

Obtenha os editais das licitações em andamento.

Tabelas de Tarifas
Tabelas de Tarifas

Acesse as tabelas de tarifas do SAAE.

Fale Conosco
Tabela das Tarifas

Canal via e-mail para dúvida e sugestões.

Uso Racional da Água



COMO ECONOMIZAR ÁGUA: 

• Procure não tomar banhos demorados, cinco minutos no chuveiro são suficientes para um bom banho;

• Escove os dentes ou faça a barba com a torneira fechada. Abra-a apenas para enxaguar;

• Não use privada como lixeira ou cinzeiro e nunca acione a descarga à toa, pois ela gasta muita água;

•  Limpe os restos de comida dos pratos. Ensaboe tudo que tem que ser lavado e então abra a torneira para enxagüe;

• Junte bastante roupa suja antes de ligar a máquina ou usar o tanque. Não lave uma peça por vez;

• Caso use lavadora de roupa, procure utiliza-la cheia e liga-la no máximo três vezes por semana;

• Se as roupas são lavadas no tanque, deixe-as de molho e use a mesma água para esfregar e ensaboar. Use água nova apenas no enxágüe, e aproveite esta última água para lavar o quintal ou a área de serviço;

• Use um regador para molhar as plantas ao invés de utilizar a mangueira;

• Uma piscina de tamanho médio exposta ao sol e à ação do vento perde aproximadamente 3.785 litros de água por mês por evaporação, o suficiente para suprir as necessidade de água potável (para beber) de uma família de 4 pessoas por cerca de um ano e meio aproximadamente, considerando o consumo médio de 2 litros/habitante/dia. Com uma cobertura (encerado, material plástico), a perda é reduzida em 90%;

• Adote o hábito de usar a vassoura, e não a mangueira, para limpar a calçada e o pátio da sua casa. Se houver uma sujeira localizada, use a técnica do pano umedecido com água de enxagüe da roupa ou da louça;

• Use um balde e um pano para lavar o carro em vez de mangueira. Se possível, não o lave durante a estiagem (época do ano em que chove menos).

 

FIQUE DE OLHO: 

Média consumida:

•  Descarga: 10 a 12 litros cada vez que é acionada

•  Banho: 20 litros por minuto

•  Lavar louças: 40 litros

•  Máquina de lavar roupas: 110 litros

 

Dicas úteis:

Os consertos de vazamento após o cavalete são de responsabilidade dos proprietários/moradores. Quanto mais rápido for feito isso, menor será seu prejuízo. Um pequeno buraco de 2 milímetros num encanamento pode desperdiçar até 3200 litros de água em um dia.

Para verificar se o imóvel possui vazamento, faça o seguinte teste:

À noite, quando não for utilizar mais água e a caixa d'água já estiver cheia, anote todos os números (pretos e vermelhos) do hidrômetro. Na manhã seguinte, logo pela manhã, antes de usar água, marque novamente os números.

Não feche o registro do cavalete e não use água alguma à noite, nem mesmo descarga. Se tiver havido mudança nos números o imóvel possui vazamento.

Gráfico: quanto se gasta de água

Dicas sobre vazamentos:

• Em torneiras pingando, troque o “courinho”

• Em bacias, jogue cinzas (de cigarro, por exemplo) no fundo do vaso sanitário.

Se ela ficar depositada no fundo do vaso, ele está livre de vazamentos. Se houver movimentação, é sinal de vazamento na válvula ou na caixa de descarga.

• Em canos direto da água da rua, feche o registro do cavalete. Abra uma torneira alimentada pela rede (pode ser a do tanque) e espere a água parar de sair. Coloque imediatamente um copo cheio de água na boca da torneira. Caso há sucção da água do copo pela torneira, é sinal que existe vazamento no cano alimentado diretamente pela rede.

• Em canos da caixa d'água, feche todas as torneiras da casa, desligue os aparelhos que usam água e não utilize os sanitários. Feche bem a torneira de bóia da caixa, impedindo a entrada de água. Marque, na própria caixa, o nível de água e verifique, após uma hora, se ele baixou. Em caso afirmativo, há vazamento na canalização ou nos sanitários alimentados pela caixa d'água.

• Em reservatórios subterrâneos, feche o registro de saída do reservatório do subsolo e a torneira da bóia. Marque no reservatório o nível da água e, após uma hora, verifique se ele baixou. Se isso ocorreu, há vazamento nas paredes do reservatório ou nas tubulações de alimentação do reservatório superior ou na tubulação de limpeza.